quarta-feira, 13 de maio de 2009

Fazer xixi no banho ajuda a proteger a natureza

Para descargas com caixa acoplada são pelo menos 12 litros por uso. E nos vasos com válvulas, muito mais: 60 litros por vez. A ideia é economizar água e dinheiro.

videoedição do dia 12/05/2009

Um hábito muito comum entre as crianças passou a ser recomendado como forma de proteger o meio ambiente e também o seu dinheiro: fazer xixi no banho! Veja na reportagem de Monalisa Perrone. Num simples toque, muitos litros que poderiam ser economizados. Para descargas com caixa acoplada são pelo menos 12. E nos vasos com válvulas muito mais: 60 litros por vez. Com todos esses números, a ONG SOS Mata Atlântica quer incentivar um hábito. Sempre quando há uma campanha para preservar o meio ambiente o "não" aparece muito: não faça isso, não jogue aquilo. Mas desta vez a ideia é trabalhar o "sim”: sim, faça xixi durante o banho. “Fazer xixi no banho com água correndo não há problema nenhum de pegar doença, não se pega doença dessa forma”, esclarece o infectologista André Lomar. “Se você não faz nada pelo meio ambiente, faz xixi no banho. É um jeito divertido, uma forma boa de você também participar. Atrás de fazer o xixi no banho, tem a proteção da água, tem a proteção da floresta e do planeta”, explicou Mário Mantovani, diretor da Fundação SOS Mata Atlântica. Na casa de Ana Lúcia Silveira, o hábito veio antes da consciência. “Depois que a gente começou a ter essa ideia da economia, a gente realmente está fazendo um bem e está economizando com a água. Aqui todo mundo faz xixizinho no banho. A mãe às vezes sim, está com vontade e não dá para sair, ir na privada e voltar“. Para economizar o tempo todo há no mercado equipamentos específicos para casa. Torneira com sensor e até descarga inteligente: de um lado três litros e do outro, seis. O uso depende da necessidade. “Antigamente, você soltava água à vontade. Hoje, você consegue administrar o consumo de água da forma que você achar interessante. Tudo isso aí é uma forma de economia de água”, disse o comerciante Hiroshi Shimuta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário... o Planeta agradece!!!