sexta-feira, 19 de junho de 2009

Polícia encontra garimpo de ouro em reserva ambiental

Cruzeiro On Line

Policiais ambientais fecharam nesta sexta-feira (19) um garimpo clandestino de ouro instalado numa reserva de mata atlântica no município de Tapiraí. O acampamento dos garimpeiros estava montado na margem do rio Verde, numa região de mata fechada, no entorno do Parque Estadual Carlos Botelho, unidade de conservação da Secretaria de Estado do Meio Ambiente.

Os policiais foram até o garimpo depois de receber uma denúncia. O local é de difícil acesso: eles tiveram que deixar as viaturas no caminho e abrir picada pela mata. Após cinco horas de caminhada, o acampamento foi cercado. Os garimpeiros, no entanto, conseguiram escapar, mas deixaram motores e equipamentos no local.

Foram apreendidos um gerador, um motor a óleo, dezenas de metros de mangueira para sucção, ferramentas e utensílios domésticos, além de munição para espingarda calibre 12. De acordo com o tenente Guilherme Bopret, da Polícia Ambiental, foram encontradas bateias com vestígios de mercúrio, substância tóxica e perigosa, usada para processar o ouro. Varais com roupas, barracas com redes e caixas com alimentos indicavam que a presença dos garimpeiros na área era permanente. Havia ainda ossadas de animais silvestres provavelmente abatidos e preparados para consumo. As barracas foram destruídas.

Bopret acredita que 'olheiros', mantidos em pontos estratégicos, deram o alerta sobre a chegada da polícia. Ele acha possível chegar aos garimpeiros por meio de perícia no material apreendido. Quando identificados, eles serão autuados e processados por crime contra o meio ambiente. (Por José Maria Tomazela - AE)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário... o Planeta agradece!!!